24 de março de 2017

Resenha do livro Uma luz em minha vida



Uma luz em minha vida é o livro de estreia da autora Louise Morgan. É um romance com um toque de espiritualidade. A linguagem é simples, o romance é suave, sem cenas "hot", portanto, pode ser lido por jovens de qualquer idade. 

Sinopse

Pietra era uma jovem materialista e insensível. Seu maior sonho sempre foi sair da pequena cidade onde morava para ir em busca de seus objetivos na cidade grande. Ao realizar esse sonho, as coisas não saíram exatamente como ela planejou. 
Tudo em sua vida começa a mudar a partir do momento em que ela conhece Adriel, um jovem misterioso que a ajuda a enxergar as coisas que mais importam na vida. Com a ajuda de Adriel, Pietra começa a se desvincular de seus interesses materiais e passa a sentir a necessidade de melhorar seu relacionamento com as pessoas, principalmente com sua família.
Adriel passa a desenvolver um papel muito importante na vida de Pietra. E por alguns momentos ela pensa estar apaixonada por ele, mas esse amor jamais poderá acontecer.

Recomendo a leitura. Porém, o livro está disponível apenas em e-book no site da Amazon.

11 de março de 2017

Resenha do livro Armadilha



Sinopse:

Linda, uma escritora best-seller, vive reclusa em sua casa à beira de um lago desde o assassinato de sua irmã mais nova há doze anos. O assassino nunca foi pego, mas Linda o viu de relance, e agora ela acaba de reconhecer seu rosto na TV. Ele é Victor, um brilhante jornalista. Pensando numa saída para pegá-lo, ela escreve um best-seller baseado no assassinato da irmã e concorda em conceder uma única entrevista à imprensa, em sua casa, para Victor. A partir daí tem início um embate perturbador. Cheio de reviravoltas, tensão e terror psicológico.

Ao iniciar a leitura do livro Armadilha, achei um pouco tenso. Não me recordo qual foi a última vez que li um livro com um suspense psicológico tão grande. Entrar na mente de Linda foi algo perturbador. Tanto que várias vezes larguei o livro para ler algo mais "leve".

Logo no início você fica na dúvida se as coisas realmente aconteceram da forma como Linda descreve. Como ela vive reclusa e a mente dela é confusa, não dá para ter certeza dos acontecimentos.

Ao se preparar para a entrevista, Linda investe em muitas coisas, desde a segurança, com microfones, gravadores, câmeras, como investe em técnicas profissionais para tentar "ler" a mente de outra pessoa. Observar gestos, expressões faciais, etc. No entanto, no momento da entrevista toda a preparação parece ruir e nada sai como o planejado.

O leitor fica confuso em relação à veracidade dos fatos do início ao fim. 

A autora descreve de maneira intercalada o momento atual da vida de Linda, e o livro em que ela descreve a vida da irmã e a sua. Ambos prendem a sua atenção.

E como eu gosto mesmo de um bom romance, ainda teve uma pincelada disso entre Linda e o investigador responsável pelo caso.

A história é cheia de reviravoltas, às vezes um pouco previsível, mas não tira a expectativa do leitor.

Se você já é acostumado a ler suspenses, talvez ache Armadilha um pouco fraco. Mas para quem não é um leitor assíduo do gênero (como eu), vai achar Armadilha um bom livro para iniciar a jornada rumo aos thrillers psicológicos.

Saiba mais

O livro Armadilha fez parte do grupo de debate que tenho no Facebook. Leia o debate aqui.


25 de fevereiro de 2017

Resenha do livro O Jogo Perfeito


Jack Carter é o jogador de beisebol mais popular da faculdade. Consequentemente, é o cara mais disputado pelas garotas. E ele sabe aproveitar bem a situação: nunca dorme com a mesma garota mais de uma vez. (Já não gostei dele).

Cassie Andrews é a garota que vai fazer Jack mudar (mas nem tanto). O fato dela não ter caído aos pés dele logo de imediato fez com que Jack a olhasse com mais interesse. Como não estava acostumado a receber não, ele correu atrás dela até conseguir o que queria.

Os dois se apaixonaram e começaram a viver um romance. No entanto, o passado de Jack junto com o assédio das garotas fazia Cassie se sentir insegura. E com toda razão!

Jack acaba desapontando Cassie e as escolhas que ele faz em seguida só piora a situação. Cassie sabe que viver com Jack não será nada fácil. Mas será o amor capaz de resistir qualquer coisa?

Eu amo romances clichês, no entanto, esse não me prendeu.

Gostei do fato da autora explorar o romance com a realidade do que é namorar um jogador famoso. Não é para qualquer uma! As tietes fazem de tudo por uma noite com o astro e a namorada precisa ter sangue frio. 

Confesso que só fui gostar mesmo do livro no finalzinho e não tenho certeza se irei ler a continuação.

Para você que se interessou, os demais livros da trilogia são:

1. O Jogo Perfeito

2. Virando o Jogo

3. O Jogo Mais Doce


21 de fevereiro de 2017

Resenha do livro O Poder dos Seis



John, Sam e a número Seis estão em fuga depois da luta com os mogadorianos e após descobrirem que estão sendo procurados pela polícia por serem acusados de terrorismo.

John, apesar de se manter forte, sofre pela perda do seu cêpan (uma espécie de tutor), Henri. E não é para menos. Justo quando seus legados (poderes) começam a se desenvolver e seus inimigos começam a atacar o garoto se vê sem o auxílio de seu guardião para orientá-lo, principalmente sobre os tesouros encontrados na arca.

Para os garotos só resta tentar escapar e encontrar os outros, pois eles sabem que só poderão desvendar todos os mistérios juntos. E eles precisam se unir para lutar.

O livro intercala a história de John e a história de Marina, a número sete. Ela viu os noticiários sobre John e sabe que ele é uma das nove crianças que vieram de Lorien. Marina deseja muito encontrá-lo, mas está presa em um convento e sua cêpan não deseja mais ajudá-la, vive fingindo que Lorien nunca existiu e que os poderes de Marina não existem. Por isso, Marina não é treinada.

O Poder dos Seis é um livro que mistura aventura, ação e um pouquinho de romance. Os personagens são cativantes. Marina é meiga e corajosa. Seis, nem se fala! É decidida e uma excelente lutadora. O final do livro traz surpresas como a atitude de Sarah e o surgimento de mais um dos números. Recomendo.

Deixo com vocês uma parte do livro que eu amei:

“O beijo que nós não demos no final daquela caminhada na Flórida agora acontece com uma paixão que julguei que eu tivesse reservado apenas para Sarah. Não quero que o beijo termine nunca, mas Sam liga o motor do carro e nós dois nos separamos.
– Sam também gosta de você, sabe? – Digo.
– E eu gosto de Sam.
Inclino a cabeça. – Mas você acabou de dizer que gosta de mim.
Ela empurra meu ombro.
– Você gosta de mim e de Sarah. Eu gosto de você e de Sam. Aceite isso.”

Conheça o primeiro livro:


Conheça a lista de livros da série:

Resenha do livro A Grande Aposta


Encontrei este livro por acaso enquanto navegava pelo site da Amazon. Gostei do título e da sinopse, por isso resolvi conhecer a história.

Enquanto lia, minha vontade era abandonar o livro, por dois motivos: Muitos palavrões logo de cara. E muitos, mas muitos erros ortográficos!

Como a história era boa, resolvi dar uma chance e continuar lendo. Mas... Foi difícil. 

Pela sinopse, eu estava esperando uma história mais inocente, uma pegada mais adolescente... Gosto desse tipo de romance para passar o tempo. 

Sinopse:

Pearl Wyatt é uma garota de dezessete anos que acabou de chegar em Long Beach, Califórnia, vindo de uma cidade pequena e pacata chamada Wimberley, localizada no Texas. Romântica incurável e sem nenhuma experiência no amor, ela mal pode acreditar que está finalmente sendo notada por garotos. Principalmente pelo moreno e galã, Seth, que desde que seus olhares cruzaram, ela teve certeza de que ele era seu Príncipe Encantado. 

Seth Sawyer, capitão do time de futebol e pegador geral, um dia acreditou no amor. Depois de ter seu coração destroçado por Macy, a líder de torcida da escola, ele jurou a si mesmo que nunca mais se deixaria cair por qualquer garota que seja. Quando coloca os olhos na desengonçada do interior, ele vê a vítima perfeita para se vingar de todas as mulheres, e não apenas da líder de torcida que o quebrou. E quando Macy, e os próprios amigos dele fazem uma aposta, ele resolve entrar de cabeça, mas o que Seth não sabe é que conhecer a caipira do Texas o fará mudar de ideia. 

Só há um objetivo nessa grande aposta: destruir a desengonçada do Texas e apresentar-lhe os sofrimentos, marcando-a com feridas, que só o amor pode causar, mas no final, ela não será a única machucada.

Então, o romance tinha tudo para ser bom. Os personagens foram bem construídos. Seth tem uma personalidade marcante e a autora foi fiel a isso até o fim do livro. Não é o exemplo de bom garoto, mas também não é um caso perdido. Pearl o mudou, mas não alterou sua personalidade, o que achei algo realista nos relacionamentos e bem trabalhado pela autora.

O livro é desnecessariamente longo - 588 páginas. Dá pra enxugar muita coisa na história, inclusive as cenas "hot" totalmente desnecessárias. (Não indico para adolescentes).

A Grande Aposta é um livro que tinha tudo para ser bom, e poderá ser, desde que se faça um copidesque, ou seja, o livro passe por mãos profissionais para melhorar não apenas a ortografia como modificar algumas passagens. 

Espero que alguma editora tenha interesse e faça esse trabalho, aí sim, seria um livro que eu recomendaria. 

Conheça também:

A Aposta - Vanessa Bosso

Mentiras que Confortam - Randy Susan Meyers



17 de fevereiro de 2017

Promoção: Ganhe a revisão do seu livro!





Olá, apreciadores da leitura!

Resolvi fazer uma promoção diferente no blog. Alguns de vocês já estão acostumados com sorteios de livros. Já cheguei a sortear livros todo mês por aqui. Mas agora o prêmio será algo diferente. Algo voltado para os escritores nacionais.

Gosto e aprecio a literatura nacional. E por isso, somente por isso, resolvi dar um presente para os escritores nacionais: A revisão do seu livro inteiramente grátis!

Isso mesmo. Para participar é bastante simples. Basta colocar nome e e-mail nos comentários abaixo. E seguir o blog publicamente.

No dia 03 de março de 2017 eu farei o sorteio, entrarei em contato com o vencedor através do e-mail informado e vamos conversar mais sobre os detalhes.

Boa sorte!!!

Participantes do primeiro sorteio:




1. Viviane Afonso

2. Michelle Louise

3. Eliseu Galvão

4. Priscila Marcia

5. Pedro Figueiredo

6. Katia Titão

Resultado

O número sorteado foi: 2.

Vocês podem conferir clicando neste link.

E para quem não ganhou, não fique triste. De acordo com a minha disponibilidade, vou fazer mais sorteios.

Obrigada a todos!

4 de fevereiro de 2017

Resenha do livro A Fúria e a Aurora


Eu estava precisando mesmo de uma leitura assim tão fofa. Inspirado no clássico Mil e uma noites este romance da autora Renée Ahdieh não deixa nada a desejar. Tem tudo que um bom romance deve ter.

Khalid Ibn Al-Rashid é o rei em um lugar chamado Khorasan. Ele é um jovem de 18 anos, porém, mesmo sendo jovem, é bastante temido e respeitado pelos moradores da cidade. Khalid vem destruindo muitas famílias, pois todos os dias ele se casa e, a cada aurora, as noivas são degoladas. Uma dessas jovens foi Shiva. E de pois disso, sua melhor amiga, Sherazade, arma um plano. Ela decide se candidatar a casar com o rei, contar uma história que o cative o suficiente para que ele não a mate quando o dia a amanhecer e, com isso, ganhar tempo junto ao rei para descobrir suas fraquezas e matá-lo. 

O rei não é tão bobo, claro que ele desconfiou do plano de Sherazade de seduzi-lo com a história. Mesmo assim ele dá uma chance a garota e ela sobrevive na manhã seguinte. E aí começa a parte boa: Sherazade vai conquistando o rei aos pouquinhos, mas ela cai na própria armadilha e vai se apaixonando por ele também. No entanto, ela se considera uma traidora por causa de sua melhor amiga, mas à medida que vai conhecendo o rei, as coisas começam a mudar, e ela passa a compreender as coisas que acontecem no castelo de forma mais clara. 

Os personagens são bem construídos, a leitura é envolvente, tem mistério no ar... É uma leitura que vale a pena. 

O livro tem continuação. Se chama A Rosa e a Adaga e o lançamento está previsto para este ano de 2017.

— Nós mulheres somos umas tolas, não é mesmo? 
— O que quer dizer com isso? 
— Somos fortes o suficiente para enfrentar o mundo de mãos vazias, mas deixamos que meninos ridículos nos façam de bobas. 
— Eu não sou uma boba.
 — Não, não é; ainda. — Despina sorriu. — Mas é inevitável. Quando você encontra aquele que a faz sorrir como nunca sorriu antes, chorar como nunca chorou antes… não há nada a fazer senão se render. (p. 167)

2 de fevereiro de 2017

Resenha do livro A Máquina de Contar Histórias


Vinícius Becker é um personagem que, na trama, é um autor renomado e considerado uma "máquina de contar histórias". Ele está no auge do sucesso profissional, mas sua vida pessoal é um fiasco. No entanto, Vinícius só se dá conta disso quando sua esposa, Viviana, morre de Leucemia. 

Vinícius é obrigado a sair da festa de lançamento de seu livro e ir imediatamente para casa. Ao chegar, ver sua mulher morta e sua filha mais velha, Valentina, revoltada com ele por suas "ausências", faz com que ele caia em si e reconheça que falhou mesmo no papel de marido e pai.

Quanto ao casamento, não há mais nada o que fazer; no entanto, quanto às suas filhas, Vinícius faz planos de recuperar o amor e confiança delas. Com Vida, sua filha mais nova, não há problemas, pois ela é muito pequena para entender o que realmente se passa na família. Já com Valentina, que é adolescente, Vinícius tem muito trabalho pela frente.

O foco principal da história é esse: Um pai tentando se reaproximar da filha e fortalecer a família. Para isso eles embarcam em uma viagem e, ao explorar os lugares, Vinícius também tenta explorar a mente de sua filha mais velha e descobrir como resgatar o amor dela.

A história traz momentos de conflitos, dramas, tudo abordado com muita simplicidade. Não é aquele romance que vai lhe prender à leitura, mas vai lhe cativar lentamente. 

É o primeiro livro do Maurício Gomyde que leio. Espero conhecer os demais trabalhos dele em breve.

Dica de leitura: