Resenha do livro Um Amor para Recordar

24 de maio de 2011 2 comentários
Sou fã de histórias românticas, e me encantar é o que o Nicholas Sparks faz com muita propriedade. Não é à toa que esse escritor é um dos mais adorados em todo o mundo. O livro Um Amor para Recordar é mais um de seus grandes sucessos, há quem diga que é o livro mais romântico de Nicholas Sparks. A história acontece em Beaufort, litoral da Carolina do Norte, em 1958 quando Landon Carter tinha apenas 17 anos. Ele morava com a família, seu pai e sua mãe, sendo que o pai era um homem muito ausente, passava a maior parte do tempo fora da cidade por causa do trabalho, o que não deixava Landon muito satisfeito, e consequentemente comprometia o relacionamento entre os dois. Landon era um jovem considerado “rebelde” para a sua época, suas travessuras faziam dele um rapaz que não seria exatamente considerado um bom partido para Jamie Sullivan, filha do Pastor Hegbert. Jamie era uma jovem adorável, caridosa, meiga, e verdadeiramente devotada a seus padrões religiosos. Mesmo diante da disparidade de comportamento entre ela e Landon, o amor acontece... E nós leitores somos beneficiados com uma linda história onde o forte sentimento que une esses dois jovens é exposto de forma genuína, suave e ao mesmo tempo resoluta. Não foi apenas o amor entre Landon e Jamie o que mais tornou o livro fascinante. A maneira como o perdão, a caridade, o serviço abnegado e a fé são colocados no livro, nos emociona também. O que mais me encantou no livro? Com certeza a maneira carinhosa com que Landon trata Jamie, é de deixar qualquer mulher desejando o mesmo, até por que o romantismo dos anos 50 não é mesmo na atualidade... Mas, vamos aos fatos! O que mais me encantou foi o que Landon conseguiu enxergar na Jamie. Os jovens da época a repudiavam pelo simples fato dela ser diferente da maioria deles. Em nossas vidas, muitas vezes agimos assim. Nos afastamos de algumas pessoas pelo simples fato delas não serem iguais a nós, não seguirem os mesmos padrões, não terem os mesmo hábitos que possuímos. Rotulamos algumas pessoas sem ao menos conhecê-las. Quando coisas desse tipo acontece, perdemos grandes oportunidades. Perdemos o privilégio de conhecermos pessoas incríveis, pessoas com as quais podemos aprender e viver experiências marcantes. Perdemos a oportunidade de conhecer pessoas que muitas vezes nos inspiram a fazer o bem. Nos fazem ver as coisas de um modo diferente, de um modo mais especial. Por outro lado, o que Jamie enxergou em Landon também nos faz refletir que algumas pessoas fazem uso de uma aparência que não demonstra verdadeiramente quem são. Há pessoas que só precisam de uma oportunidade para deixar fluir os sentimentos generosos que possuem. Precisamos olhar para as pessoas sem julgar pela aparência, mas procurando ver o que há de bom em seu coração. Precisamos dar essa chance aos outros e a nós mesmos, afinal, todos nós precisamos de um amor para recordar...

2 comentários:

  • Ivar disse...

    Oi Elaise, bom saber que você curtiu tanto o Amor para Recordar. Muito legal ler a resenha e saber que o livro, além de uma história bonita, mostra também os valores e a transformação dos personagens no decorrer do tempo. As coisas não são um mar de rosas (afinal, é Nicholas Sparks, não é mesmo?), mas é um livro bem intenso e emocionante para as pessoas que curtem o gênero. Abraços e boas leituras!

  • Elaise Lima disse...

    Obrigada, Ivar!
    Nicholas Sparks sempre me fez chorar! Mas ao mesmo tempo sempre transmite grandes lições no que se refere aos valores morais.
    Abraços!!!

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB