Comentários sobre A Guerra dos Tronos

20 de janeiro de 2012 0 comentários


Antes de começar a falar do livro em si, gostaria de fazer algumas colocações sobre a importância dos blogs literários e de como é importante expor informações verídicas e completas sobre uma obra. Houve um tempo em que os livros eram escolhidos na livraria pela capa, pelo autor, pela sinopse. Atualmente tem aumentado a procura por mais informações sobre uma obra, levando os leitores a procurar resenhas e opiniões críticas sobre o livro de seu interesse. É justamente aí, onde entra a grande responsabilidade dos moderadores do blog de expor de forma clara e honesta as informações sobre a obra.


Então, ao que se refere às Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Martin, quando surgiram os primeiros rumores sobre a obra, eu perdi completamente o interesse por ela ao ler um artigo em que a série de G.R.R.M. era comparada a Tolkien sendo que a mesma superava a consagrada obra O Senhor dos Anéis pelo simples motivo de G.R.R. Martin relatar cenas de sexo, usar expressões chulas e o lado nem tanto glamouroso da Corte. Li outras informações a respeito e decidi definitivamente deixar G.R.R. Martin de lado.


Mas, como a série sempre estava no topo dos livros mais vendidos, resolvi arriscar e comprei os três primeiros livros. E não me arrependi! Não há nenhuma cena abusiva e uma ou outra palavra chula não compromete a grandiosidade da obra. Os personagens são marcantes, expressivos, todos dotados de características que os tornam distintos e extraordinários.


É difícil escolher um personagem preferido, Eddard Stark com sua honra, Catelyn Stark com sua força, o bastardo Jon é cativante, a nobreza de Robb também. (Uma parte do livro que achei linda e emocinante foi quando Robb se preparou para comandar seu batalhão e sua mãe, Catelyn o observava sem se dar conta de quando o menino dela havia crescido, de armadura e montado em seu cavalo, ele se tornara um homem). Khal Drogo foi o selvagem mais gentil que G.R.R. Martin pôde criar, e a história de amor dele com Daenerys vai se tornando cada vez mais encantadora.


Mas não se iludam, nem se apeguem muito aos personagens, pois o autor, sem dó nem piedade, permite que os eles morram, e de forma bastante cruel. Tyrion Lannister foi o único que me deixou indecisa, as ironias do duende às vezes são bem pertinentes, mas outras vezes dá vontade de bater nele.


Bem, os personagens são muitos, não dá para comentar sobre todos eles, mas posso dizer nas 567 páginas do livro não houve um momento sequer em que a leitura se tornasse chata e cansativa. Você acaba devorando o livro em poucos dias. Outro ponto que torna a leitura interessante é que mesmo nos momentos mais críticos sempre aparece alguém “quebrando o gelo” com um comentário sarcástico que acaba nos fazendo rir. É uma leitura muito deliciosa, pois em um momento você fica triste, mas logo em seguida você ri, se assusta, se revolta, se emociona, sente uma ansiedade enorme, é muito bom mesmo, é envolvente!


Não, não vou fazer comparações, cada obra é singular e a questão não é se G.R.R. Martin superou Tolkien. Ambos são fabulosos na Literatura Fantástica, cada um com seu estilo e particularidades. E eu aprecio os dois!



Sinopse da obra:

Sinopse - A Guerra dos Tronos - As Crônicas de Gelo e Fogo - Livro Um - George R. R. Martin

Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, recebe a visita do velho amigo, o rei Robert Baratheon, está longe de adivinhar que a sua vida, e a da sua família, está prestes a entrar numa espiral de tragédia, conspiração e morte. Durante a estadia, o rei convida Eddard a mudar-se para a corte e a assumir a prestigiada posição de Mão do Rei. Este aceita, mas apenas porque desconfia que o anterior detentor desse título foi envenenado pela própria rainha - uma cruel manipuladora do clã Lannister. Assim, perto do rei, Eddard tem esperança de proteger da rainha. Mas ter os Lannister como inimigos é fatal - a ambição dessa família não tem limites e o rei corre um perigo muito maior do que Eddard temia. Sozinho na corte, Eddard também se apercebe que a sua vida nada vale. E até a sua família, longe no norte, pode estar em perigo.















0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB