Resenha de A Vez da Minha Vida

9 de janeiro de 2013 2 comentários


A Vez da Minha Vida é um livro bem divertido, um pouco confuso, às vezes, pois não é comum você interagir com sua vida, em pessoa! Estranho, não? 

A vida de Lucy Silchester é uma confusão! Sabe quando você conta uma mentirinha e ela vai se tornando grande e a partir dela outras mentiras vão surgindo e quando você percebe está toda enrolada em sua própria teia? A vida de Lucy é mais ou menos assim. Então a sua Vida resolve fazê-la consertar isso, dar um jeito em todas as burradas e se redimir com algumas pessoas. Isso mesmo, um homem (a Vida de Lucy) aparece em sua vida e a “obriga” a corrigir todas as suas mentirinhas para poder viver em paz consigo mesma. 

Lucy vive sozinha em um apartamento minúsculo e escondida de seus amigos. Amigos, aliás, que são os mesmos amigos de seu ex, o que faz com que às vezes o clima entre eles fique meio estranho, pois os amigos não aceitaram muito bem o término da relação. Ou melhor, não entenderam muito bem como tudo ocorreu. Talvez nem a própria Lucy tenha entendido bem! 

A história, em sua maior parte, é divertida, mas se pararmos para refletir bem, aborda temas sérios. O que mais me chamou atenção é o temperamento do pai de Lucy. Um senhor frio, e até perverso para um pai. O orgulho em pessoa. Muitas das mentiras dela é para não desapontá-lo, mas ela sempre o desaponta mesmo. 

O contexto familiar apresentado por Cecelia Ahern, autora do livro, é bem próximo da realidade de algumas famílias. Mas a autora usa uma grande dose de humor para mesclar os problemas de Lucy através de uma narrativa e situações bem inusitadas. 

É um livro gostoso de ler. Você se diverte ao mesmo tempo em que reflete sobre as pendências que vamos deixando com a nossa própria vida. Coisas que ao invés de evitarmos devemos enfrentar e solucionar de uma vez, para que todo o resto não desande ou fique dependente daquela situação mal resolvida. 

Mais informações no site da Editora Novo Conceito.

2 comentários:

  • Janaina Barreto disse...

    Esse livro é um barato, né?
    Achei a ideia da autora muito bacana. Gosto quando livros tem essa pitada de fantasia, porém não deixando de estar dentro da realidade. É como se fosse o nosso mundo, mas com coisinhas e detalhes curiosos e, nesse caso, divertidos.

    Sinto muita saudade de Vida. Foi o personagem que mais gostei. ♥

    Beijos!

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB