Resenha de Simplesmente Ana

23 de dezembro de 2013


Simplesmente Ana é um livro encantador. Uma leitura leve, suave, divertida, enfim, um livro para relaxar! Isso mesmo. Sabe quando a vida está turbulenta e você quer sossego? Então, ler Simplesmente Ana fará você se libertar das dificuldades e entrar no mundo perfeito de Ana. Sim, a personagem pode não reconhecer isso às vezes, mas que o mundo dela é perfeito, isso é. 

Ana é uma universitária que mora em BH e que nunca havia conhecido seu pai. Até que um dia, um cara entra em contato com ela alegando ser seu pai e contando sua versão da história, ou seja, a explicação de seu “sumiço”. O pai de Ana, Andrej, não e apenas um pai encantador, mas é rei em um país distante chamado Krósvia. 

Ana viaja para Krósvia para descobrir um pouco mais sobre sua origem e passar uns momentos com Andrej para conhecê-lo melhor e tentar compensar os anos que passaram separados.

Na Krósvia tudo é perfeito, além de morar em um belo palácio, digno de uma princesa, Ana é paparicada por todos os lados, desde o seu pai rei aos empregados do palácio, que se encantam pela garota brasileira.

É claro que toda história de princesa sempre tem um grande amor, então Ana se apaixona por Alex, enteado de Andrej, que é um cara fisicamente perfeito. A história de amor dos dois demora um pouco a acontecer, já que no início Alex desconfia das intenções de Ana e ainda por cima tem namorada. Mas ao longo da história as coisas vão acontecendo e você vai se apaixonando pelo casal.

Algumas pessoas podem criticar a perfeição da vida de Ana, mas ela é uma princesa, não é? Não é uma personagem comum. Então, como em todo conto de fadas tudo tem que ser perfeito mesmo. 

Mais informações no site da Editora Novo Conceito.
 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB