Resenha de Quando eu era Joe

29 de março de 2014 0 comentários


Ty é um garoto de 14 anos que do dia para a noite vê sua vida mudar drasticamente. Ele presencia o assassinato de um jovem, aparentemente provocado por uma briga entre garotos. O que Ty não imagina, é que algumas dessas pessoas envolvidas fazem parte do crime organizado. Criminosos que a polícia não consegue deter.

Como testemunha deste crime, a polícia suspeita que a vida de Ty e sua mãe, Nicki, corre perigo. A polícia os coloca no programa de proteção à testemunha e Ty e Nicki mudam de cidade e de identidade.

Vivendo com a identidade falsa de Joe, Ty libera seus desejos que eram ocultos por sua timidez. Ele aproveita a popularidade de Joe na escola e se dedica aos esportes, a novas amizades e até outros relacionamentos com garotas, enfim, ele aproveita bem sua nova fase. Mas a vida de Ty não ganha apenas coisas boas com a nova identidade. Ele é obrigado a manter segredo até mesmo das pessoas que aprende a gostar e constantemente é lembrado que a sua vida ainda corre perigo.

O livro envolve suspense e muita emoção. A principal trama é ter a certeza se Ty é realmente inocente, se ele apenas testemunhou esse assassinato ou sabe mais coisas que poderiam ajudar a polícia. A mãe de Ty acredita completamente em sua inocência, mas os pensamentos do garoto às vezes revela coisas que põem em dúvida sua idoneidade.

Com certeza no decorrer da séria vamos conhecer mais sobre esse garoto e o que realmente aconteceu no dia em que o outro jovem morreu.

É um livro que recomendo. A Editora Novo Conceito está de parabéns por mais essa série.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB