Até quando o amor pode durar?

6 de dezembro de 2014 0 comentários
"E depois não se surpreenda se acaso amanhã eu acordar e meu primeiro pensamento não for mais você."

Ontem me deparei com essa frase no Facebook e ela prendeu minha atenção por alguns segundos. Já faz um certo tempo que venho refletindo sobre como os relacionamentos são frágeis. Basta um pouco de descuido, uma frase mal interpretada, um silêncio incompreendido e as coisas não são mais as mesmas. O amor é fortificado constantemente no dia a dia, mas se não fizermos nada por ele, ou fizermos coisas desagradáveis, ele morre. Morre mesmo. O amor é delicado.

Algumas pessoas se acomodam achando que já são amadas e não precisam fazer mais nada a respeito disso. Descuidam na aparência e no trato. Mas o amor, assim como o nosso corpo, precisa ser alimentado. Todo dia deve ser um dia de conquista. Um dia para você oferecer o seu melhor. Caso você esteja empenhada em alimentar o amor, mas seu companheiro não, é hora de rever a relação, de conversar, de chegar a um acordo. Evitar ao máximo que a situação chegue a ser como a frase citada acima. Vale tentar.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB