Resenha do livro Claro que te amo!

17 de fevereiro de 2015 0 comentários


A capa desse livro é belíssima. Romântica. Simples... Amei.

Piera é uma jovem que na infância foi abandonada pela mãe. Aos 19 anos ela mora com o pai com quem tem uma profunda amizade e carinho. Durante seis anos, Piera namorou André. Mas de um dia para o outro André terminou a relação sem maiores explicações, o que fez Piera sofrer bastante.

Depois de um ano, Piera se esconde por trás de uma árvore perto de uma igreja e sofre ao presenciar o casamento de André com outra pessoa.

Destroçada pela perda, Piera pede consolo às amigas. No entanto, as dores de Piera estão longe de ser sanadas. Após muitos anos sem dar notícias, a mãe de Piera resolve aparecer, mas ela não está bem, está internada em uma clínica de repouso tratando de sua depressão.

Depois de um tempo lutando com a decisão de visitar a mãe ou esquecê-la, Piera resolve ir à clínica e lá se depara com Marcelo, um jovem estudante de medicina que administra a clínica de seu pai.

A paixão é imediata, mas com tanta confusão na cabeça de Piera ela luta para superar o que aconteceu com André, o desaparecimento da mãe e o retorno da mesma com suas surpresas. Então o amor por Marcelo fica um pouco comprometido.

Em Claro que te amo! a autora apela ao lado psicológico da personagem criando descrições minuciosas de seus conflitos diários.

É um livro indicado para jovens que com certeza se identificarão com os dramas e as descobertas vividas por Piera. Amor, amizade, perdão e superação são temas abordados no livro.


0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB