Resenha do livro Sem Esperança

11 de março de 2016 0 comentários


Sem Esperança é o segundo livro da série Hopeless. É a mesma história que Um Caso Perdido, só que narrada pelo ponto de vista de Holder. 

Eu estava com expectativas bem elevadas para ler este livro porque Holder foi um personagem que me encantou bastante. Mas, apesar dele ser um fofo, não me senti tão presa à leitura desse livro como aconteceu com Um Caso Perdido

Eu sempre achei que um livro com a mesma história, sendo contada por outro personagem, seria um livro cansativo. E de fato é. Por mais que o livro seja bom, fica um pouco exaustivo. A não ser que que o leitor se dê um prazo maior para a leitura do segundo livro... Talvez fique melhor relembrar a história. Vou tentar fazer isso da próxima vez.

Bom, mas não quero que vocês pensem que não gostei do livro. Eu gostei. E vou citar alguns pontos positivos que vão confirmar que a leitura vale a pena:

  • O Holder é um fofo. E conhecer os pensamentos dele foi engraçado. Afinal, ele é um garoto. E os garotos têm uns pensamentos tão bobos.
  • O Daniel, do conto Em Busca de Cinderela, tem umas participações especiais neste livro. E o Daniel é bem engraçado.
  • Holder escreve cartas para Less em um caderno dela. Ele relata tudo o que está acontecendo. É fofo ele escrever para a irmã morta. Ele até ironiza um pouco com isso.
  • Algumas coisas sobre a Less são esclarecidas. E isso suaviza um pouco a dor de Holder pela morte da irmã.
  • A mãe de Holder conta alguns segredos para ele. Coisas que não ficaram claras no livro Um Caso Perdido e o final da história fica completo.
Por esses motivos eu aconselho a quem leu o primeiro livro, que leia Sem Esperança também. Se você achar repetitivo, pelo menos no final vai se beneficiar com alguns esclarecimentos a mais. 

Até a próxima!

Ah, para conhecer Um Caso Perdido e Em Busca de Cinderela é só clicar aqui e aqui.

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB