Resenha do livro Beleza Perdida

23 de junho de 2016 0 comentários

Primeiro livro da escritora Amy Harmon que leio. E foi mais uma escritora que me encantou. Beleza Perdida é um livro que aborda temas interessantes. Vale a pena conhecer.

Ambrose Young está no último ano do Ensino Médio. Ele é o tópico jovem lindo e popular que faz as garotas delirarem. Para completar é campeão invicto de luta livre, o que faz os garotos também delirarem. Seu apelido? Hércules!

Mas tudo o que Ambrose realmente queria era ser ele mesmo: um garoto comum, sensível, sem a obrigação de ganhar todas as lutas, sem tantas pessoas o pressionando...

Fern é uma das fãs de Ambrose, mas ela é uma fã especial. É aquela garota considerada feia, comum demais para ser boa o bastante para Ambrose. Por isso ela o admira em segredo, sonha e fantasia com seu herói em segredo. O único a saber desse amor platônico é Bailey, primo de Fern. Um garoto que possui distrofia muscular de Duchene, o que o limita muito fisicamente.

Durante anos Fern estudou na mesma escola de Ambrose o admirou a distância. A situação só mudou quando Rita, sua melhor amiga, que era uma garota linda (de acordo com o padrão que a sociedade dita) começou a se interessar por Ambrose. Rita queria escrever um bilhete que chamasse a atenção de Ambrose, mas como ela era a típica loira-burra não conseguia pensar em nada encantador para escrever. Já a Fern, a típica feia inteligente, colocou todo o seu talento para a escrita em um papel e assinou como se fosse a Rita. Assim, ela e Ambrose começaram a trocar cartas e ela descobriu que o garoto também conhecia Shakespeare e era mais sensível do que ela suspeitava.

Ambrose não era nada bobo e percebeu que a Rita pessoalmente era bem diferente da Rita dos bilhetes. A farsa logo foi descoberta e, claro, Ambrose ficou furioso. Ele não quis admitir no início, mas começou a enxergar Fern com outros olhos, ou melhor, começou a enxergá-la.

Até aqui você pode estar achando que Beleza Perdida é um romance bobo para adolescentes. E é, mas tem um diferencial: em um determinado ponto, a história amadurece e as lições de vida começam a serem dadas.

Tudo começa quando Ambrose, ao invés de ir para a faculdade da Pensilvânia onde ele havia ganhado uma bolsa por causa da luta, decide se alistar e ir para a guerra no Iraque. O garoto estava com aquela empolgação toda depois dos ataques de 11 de Setembro, e usou isso para fugir da responsabilidade e da cobrança que as pessoas faziam sobre ele. Ambrose convenceu seus quatro amigos a irem juntos com ele à guerra. Os garotos foram relutantes, mas a decisão de apoiar o amigo falou mais alto. Mas como a vida às vezes é cruel, quando estava perto dos garotos retornarem da guerra, uma bomba explodiu deixando apenas Ambrose vivo, mas não sem sequelas. Aquele rosto lindo já era.

Agora Ambrose era o garoto feio e sem amigos, e Fern era o patinho feio que havia virado cisne. Brincadeiras à parte, a história se torna uma grande lição. Ambrose perdeu a popularidade, os amigos, a beleza... Mas ele sofre mesmo é pela perda dos amigos, principalmente porque foi ele quem convenceu todos a irem à guerra, por isso ferido mesmo ficou seu coração. No entanto, Fern amava Ambrose, e não sua beleza, e aos poucos eles foram se aproximando. E enquanto se curava, Ambrose se apaixonava pelos pequenos detalhes em Fern. Ele a achava bonita, inteligente. Sabia que ela era diferente de todas as outras garotas que ele havia conhecido enquanto era o garoto mais desejado da escola.

Bailey também é um personagem que nos inspira. A doença faz com ele viva em uma cadeira de rodas e seja completamente dependente dos outros. Bailey por si só já é uma lição de vida, mas às vezes quando ele abre a boca recebemos mais lições. Em um momento em que Ambrose estava se autodepreciando por causa da metade de seu rosto repleto de cicatrizes, Bailey começou a falar sobre si mesmo e sobre o quanto dependia que as pessoas fizessem tudo para ele. Ele disse para Ambrose que teve que escolher entre ficar em casa com seu orgulho ou permitir viver a vida deixando que outras pessoas o ajudassem. Ambrose teria que tomar a mesma decisão.

Beleza Perdida é um livro que recomendo muito. A história é belíssima. Um livro que, com certeza, vou lembrar com carinho sempre!

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB