Resenha do livro Luzes Mortas

24 de outubro de 2016 0 comentários



Luzes Mortas foi um livro que parou em minhas mãos por acaso. Eu conhecia o trabalho do Felipe Colbert através do livro Belleville, mas não sabia que antes o autor havia escrito livros em outro estilo, o romance policial. Há Entrevista Ininterrupta, Ponto Cego (onde conhecemos o protagonista deste livro, Daniel Sachs) e Luzes Mortas.

Daniel Sachs é um repórter em busca de sossego. Ele possui um passado que deseja esquecer e tudo o que quer é seguir adiante com sua vida ao lado de sua esposa, Nilla. No entanto, sua fama como repórter investigativo cruzou fronteiras e, sem que esperasse, certo dia ele foi procurado por um homem estrangeiro com uma proposta de trabalho tentadora.

O inglês Willcox é um homem misterioso, de poucas palavras, e bem determinado a convencer Daniel a aceitar sua proposta. Daniel queria recusar o trabalho, mas ele necessitava do dinheiro e a proposta era tentadora.  Com o apoio da esposa ele aceitou o desafio e embarcou com o inglês rumo à Pocklington, uma pequena cidade cheia de mistérios.

Ao chegar em Pocklington, Daniel conhece Jessica Child, uma mulher determinada a descobrir o mistério que gira em torno da morte de sua mãe, e que nunca ninguém chegou perto de desvendar. A única esperança que Jessica tem agora é que Daniel seja a pessoa que finalmente possa lhe trazer respostas.

O livro apresenta personagens interessantes. Cada um com características bem particulares e atitudes um pouco suspeitas, típico do romance policial. Felipe Colbert escreve cheio de técnica, ele amarra bem os acontecimentos e produz expectativas no leitor. Achei ótimo conhecer Luzes Mortas e espero em breve ler mais livros do autor.  

0 comentários:

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB