Resenha do livro Unidos pelo Destino

7 de dezembro de 2016 4 comentários

Unidos pelo Destino foi um livro que encontrei por acaso ao navegar pelas redes sociais. Ao ler a sinopse, logo meu interesse foi despertado e não demorei a adquirir o livro.  

Christina é uma jovem que perde seus pais e seu irmão em um acidente de carro. Por ser menor de idade, ela vai morar com um tio, um homem alcoólatra, insensível e com requintes de crueldade. À medida que Christina cresce e seu corpo se desenvolve, seu tio começa a observá-la e sutilmente iniciam os assédios. 

Em uma determinada noite, Christina sabe que não poderá mais evitar, sabe que logo seu tio conseguirá o que está desejando. E quando ele chega embriagado e começa a agredi-la, algo inusitado acontece: Um rapaz entra na casa e dá um tiro em seu tio.

Christina é levada ao hospital e lá tenta entender tudo o que aconteceu. Quem era o estranho que a salvou e foi tão gentil com ela? Por que ele fez aquilo? O que aconteceria com ambos agora que seu tio estava morto?

O único desejo de Christina era que o rapaz saísse impune, mas isso não aconteceu. Ele ficou preso durante oito anos. E durante esses oito anos, por mais que Christina tentasse entrar em contato com ele para obter uma explicação sobre tudo, o rapaz a evitava, ele sequer queria vê-la.

Yuri só desejava uma coisa em sua vida: proteger Christina. Para isso ele seria capaz de qualquer coisa. Ele não se importava em ser punido, desde que Christina estivesse bem. Quando Yuri saiu da prisão, ele não pretendia entrar na vida de Christina, mas ela havia se transformado em uma bela mulher e não facilitava em nada a decisão de Yuri de manter distância, pois Christina vivia atrás dele.

Manter distância era inevitável, pois ambos estavam apaixonados e sentiam uma forte ligação. No entanto, quando o mistério sobre as atitudes de Yuri é revelado, isso pode desestruturar a relação dos dois.

Unidos pelo Destino é um livro que lhe deixa com vontade de ler rapidamente e desvendar toda a história. É previsível, mas de um jeito que não perde o encanto. 

Senti falta de algumas cenas mais descritivas. Tudo acontece de forma um pouco rápida e o foco é nos sentimentos dos personagens. Não que eu goste de longas descrições sobre ambientes, mas um pouco dessas descrições servem para situar o leitor e fazê-lo imaginar onde os personagens vivem, o que veem, o que vivenciam. 

Quanto a história em si, eu gostei muito. Principalmente pelo fato de algo trágico ter resultado em superação. Não gosto de histórias trágicas onde os personagens sofrem sem limites. Gosto quando eles se reerguem e aprendem com o sofrimento, absorvem as lições. É um livro que recomendo. 


4 comentários:

  • Katia Titão disse...

    Amei Elaise... (L), Muito obrigado pela leitura, pelos elogios e pelas críticas. Tenho muita dificuldade em cenas descritivas mesmo, como não gosto de ler, acabo que não escrevo elas.rs Mas é algo que vou observar... Beijos e obrigada novamente!!

  • Jheinis Duarte disse...

    Ameiiii sua resenha, você soube ressaltar muito bem os pontos que foram positivos e negativos para você! Eu tbm não gosto de historias quando a personagem sofre sem limites e não tem um porque de tudo! Eu estou louca pra ler esse livro por ser muito fa da escritora, li a obra dela O outro lado do amor, e me apaixonei, te indico, é de muita superação e amor!
    Ja estou seguindo seu blog!
    Beijos,
    http://www.blogcarpediem.com.br/

Postar um comentário

 

©Copyright 2011 Apreciando a Leitura | TNB